Viaje pela rota do Harry Potter – Voupranos

Viaje pela rota do Harry Potter

Adobe Stock: Glenfinnan Railway Viaduct na Escócia – Tomas Marek

A saga de Harry Potter começa quando os aprendizes de bruxos embarcam no trem para Hogwarts, na inusitada plataforma 9 e ¾, deixando para trás o mundo dos “trouxas” e mergulhando em um universo mágico. Tudo bem que a plataforma é fictícia, mas, por conta do sucesso dos livros, filmes e games que trazem o bruxinho como protagonista, há uma placa de verdade indicando a passagem secreta na estação de King’s Cross, em Londres, na Inglaterra.

Para sorte dos fãs, muitas das locações da série de cinema baseada no best-seller de J. K. Rowling são reais, e há uma rota turística que destrincha cada uma delas no Reino Unido.

Londres

O início do trajeto costuma se dar em Londres, no Piccadilly Circus. Afinal, foi lá que Harry, Rony e Hermione fugiram para tomar um “café trouxa”, antes de serem atacados por Comensais da Morte, em Relíquias da Morte I (2011).

Outro cartão-postal londrino que aparece na saga é a Millennium Bridge, moderna construção para pedestres que cruza o Rio Tâmisa e liga o bairro de Bankside ao centro financeiro da cidade. É ela que desmorona – de mentirinha, ufa! – na cena inicial de Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2009).

Leadenhall Market, um antigo mercado do século 14, é mais um point de Londres procurado pelos fãs da saga. Isso porque suas estreitas ruelas medievais viraram o claustrofóbico Beco Diagonal, onde Harry Potter foi às compras para adquirir a varinha mágica e seus primeiros apetrechos de bruxo em A Pedra Filosofal (2001), o primeiro filme da série.

Adobe Stock: Piccadilly Circus – Sampajano-Anizza

City of London, Millennium bridge and St. Paul’s cathedral by night

Gloucester

Mas não é apenas a capital inglesa que aparece nos filmes do bruxinho. Gloucester, a 180 km de Londres, também está no roteiro. Afinal, os corredores em estilo gótico da catedral dessa cidade compõem boa parte das cenas internas na Escola de Bruxaria e Magia de Hogwarts.

Adobe Stock: Os claustros da Catedral de Gloucester – Momo11353

Liverpool

Já a cidade de Liverpool cede os Túneis de Mersey para uma fuga de motos em Relíquias da Morte I.

Abobe Stock: Túnel Mersey – David

Oxford

A belíssima sala de jantar de Hogwarts é outro lugar que pode ser visitado no mundo real. Tudo porque as cenas que a retratam foram filmadas na Faculdade Christ Church, em Oxford. A mesma edificação abriga a fantástica biblioteca dos bruxos, que usou como pano de fundo a Duke Humphrey’s Library, uma das salas de leitura mais antigas da Europa. Só não espere encontrar por lá livros cobertos de pó mágico.

Adobe Stock: Oxford – Vanhop

Alnwick

Em Alnwick, na região norte da Inglaterra, o castelo homônimo serviu de cenário para emocionantes partidas de quadribol e diversas sequências de Hogwarts nos dois primeiros filmes de Harry Potter.

E o melhor de tudo é que, dessa cidade, é possível seguir para a Escócia a fim de visitar Highlands, cadeia montanhosa com paisagens sensacionais recorrentes na saga do intrépido aprendiz de feiticeiro. A pitoresca aldeia de Hogsmeade foi ambientada na região.

Adobe Stock: Castelo de Alnwick – Craig

Cape Wrath, Arkaig e Steall Falls

Cape Wrath, ponto mais a noroeste da Grã-Bretanha, Lago Arkaig, a oeste da região montanhosa ocidental, e Steall Falls, imensa cachoeira em Glen Nevis (Escócia), são mais algumas das inspirações cenográficas de Rowling.

Adobe Stock: Cachoeira em Glen Nevis – Nicola

País de Gales

Se tiver fôlego, vale continuar seguindo o bruxo até o País de Gales. Lá, a praia de Freshwater West e a rota litorânea da costa de Pembrokeshire serviram de locação para o filme Relíquias da Morte I.

Adobe Stock: Freshwater West – SBphotos

Suíte do Harry Potter em Edimburgo

Quem deseja mesmo imergir no mundo do bruxinho no Reino Unido pode se hospedar no Balmoral, um dos hotéis mais sofisticados de Edimburgo. Afinal, é lá que fica a J. K. Rowling Suite, a mais desejada do empreendimento.

Tudo isso porque foi lá que a escritora se hospedou por seis meses, do fim de 2006 ao início de 2007, de modo a encontrar a tranquilidade necessária e a inspiração para escrever o final de Harry Potter e as Relíquias da Morte, o último livro da saga.

A acomodação mudou de patamar desde então, sobretudo quando Rowling revelou que deixou uma surpresa. Trata-se de um recado lapidado na parte de trás de um busto do deus grego Hermes, que ainda hoje enfeita o quarto. A partir daí, o local passou a atrair fãs do mundo inteiro, que não se privam de pagar pequenas fortunas para passar uma noite ali.

Para aproveitar o boom, o hotel reformou a suíte, que hoje tem a porta roxa (que se destaca de todas as demais, brancas). Ali, há um quadro com os dizeres “JK Rowling terminou de escrever ‘Harry Potter e as Relíquias da Morte’ neste quarto de hotel (552), em 11 de janeiro de 2007″.

Ele está exposto próximo ao busto, hoje protegido por uma redoma de vidro e no qual mal dá para ver a peraltice de Rowling, já que o texto original lapidado vem se apagando com o tempo.

Reformada em 2017, a suíte ganhou diversas referências à escritora britânica e sua cria, como estantes vermelhas com enfeites de coruja, uma máquina de escrever antiga e uma edição especial de todos os livros de Harry Potter.

A escrivaninha em que as últimas linhas da saga foram escritas não está mais lá, mas o banheiro, por exemplo, manteve o acabamento em mármore Carrara, da mesma forma que Rowling encontrou em 2006. Parece até mágica.

Adobe Stock: The Balmoral Hotel – Leonid Andronov

CONVITE ESPECIAL

A agência Voupra atende centenas de clientes por dia sempre com o compromisso de oferecer a melhor experiência.

Quando estiver próximo da Avenida Paulista em São Paulo, passe para visitar o escritório da agência e tomar um café! Será interessante você conhecer a ampla estrutura da agência dos seus amigos aqui, os Voupranos.

Endereço: Avenida Paulista,  1079 – São Paulo

O objetivo da agência Voupra é sempre criar um vínculo duradouro com os clientes, proporcionando experiências incríveis, para que essa relação de fato se torne especial por muitos anos.

VEJA TAMBÉM:

O Voupranos possui a missão de ajudar o viajante brasileiro na hora de planejar sua próxima viagem e se informar sobre tudo que acontece de mais importante para o turista do Brasil.

Todos os artigos, notícias e dicas de viagem do Voupranos são preparados por especialistas em turismo, jornalistas e conta com a curadoria da Editora Europa. A atualização é diária e o portal já conta com centenas de páginas com informações dos principais destinos procurados pelo público brasileiro.

O site de notícias Voupranos tem a proposta de ser um portal leve, divertido e empolgante, com a ambição de se transformar em um dos maiores portais do Brasil, com o desejo de mais que informar, levar a alegria e diversão para todo o seu público.

Além dos artigos que funcionam como guias rápidos de cada destino, o portal traz diariamente novas notícias do mundo do turismo. Tudo com foco no viajante, que deseja planejar excelentes férias com o melhor investimento. Visite o Voupranos sempre que desejar explorar um mundo de novidades em muitos destinos.

portal Voupranos é um investimento ambicioso da agência de viagens Voupra, conhecida pelas grandes novidades que implementou no segmento de turismo nos últimos anos, e pelo forte comprometimento com seus clientes, inclusive sendo uma das raras agências com o certificado RA1000 do Reclame Aqui.

Publicado em: 22/02/2023
Atualizada em: 22/02/2023
Quero contribuir com essa matéria dos Voupranos

Londres

Roteiro de 4 dias em Londres Londres

Roteiro de 4 dias em Londres

  • O Tâmisa serpenteando, o Palácio de Buckingham, o Big Ben, Hyde Park e a icônica Tower Bridge.
  • Com planejamento, é possível visitar as atrações mais icônicas da cidade.