Parque Estadual da lha Anchieta, em Ubatuba, ganha opção de hospedagem – Voupranos

Parque Estadual da lha Anchieta, em Ubatuba, ganha opção de hospedagem

A Ilha Anchieta, em Ubatuba, guarda um conjunto de seis lindas praias que estão entre as mais bonitas do litoral norte paulista. A ilha, tombada como parque estadual em 1977 e famosa por abrigar um presídio que funcionou até 1955, é um conhecido destino de passeios de escuna ou lancha. Agora também é possível pernoitar na ilha e desfrutar de suas belezas naturais de forma mais completa, já que ela ganhou uma nova opção de hospedagem: o Green Haven Hostel.

Ilha Anchieta – Tales Azzi/Editora Europa

O Hostel Green Haven foi o vencedor de uma licitação da Fundação Florestal, que concedeu a permissão para usar as edificações tombadas como Patrimônio Histórico e Cultural que fizeram parte do antigo presídio, além das áreas verdes, praias, trilhas e outros atrativos, por um período de 10 anos.

Ilha Anchieta – Tales Azzi/Editora Europa

A nova hospedagem da Ilha Anchieta, inaugurada em setembro de 2023, está totalmente instalada nas antigas construções do presídio. A recepção e os quartos, por exemplo, estão nos prédios que funcionaram como administração e hospital. O hostel tem capacidade para acomodar até 78 hóspedes em quartos privativos para duas até seis pessoas. Os banheiros são compartilhados já que a arquitetura histórica foi preservada e todos os ambientes foram adaptados nos espaços originais da construção.

Ilha Anchieta – Tales Azzi/Editora Europa

Ao todo, a ilha possui 828 hectares que incluem sete praias de águas cristalinas, cinco trilhas, diversos pontos de mergulho e quatro mirantes. Entre as exigências que o Green Haven Hostel deve cumprir estão a manutenção das instalações tombadas pelo CONDEPHAAT, o controle do número de visitantes e da permanência na Ilha (total de 1020 pessoas), taxa de visitação, entre outras coisas.

Ilha Anchieta – Tales Azzi/Editora Europa

Além de ser um destino turístico irresistível, o Green Haven Ilha Anchieta também é o local ideal para celebrar casamentos. O Parque abriga uma charmosa capela construída no século 19, onde são realizadas diversas festividades, incluindo a Festividade de Bom Jesus da Ilha, celebrada desde 1873. Eventos com foco em sustentabilidade, corporativos e de pesquisa científica podem se tornar ainda mais interessantes se realizados no local.

Ilha Anchieta – Tales Azzi/Editora Europa

Adriana Brito, a gestora do Green Haven Ilha Anchieta, revela que a tendência para 2024 é a realização de eventos únicos e exclusivos. “Percebemos que as pessoas estão cada vez mais em busca de propósito, exclusividade e momentos especiais que possam ser celebrados em lugares extraordinários. A Ilha Anchieta é, sem dúvida, o local perfeito para celebrar diferentes encontros, sejam eles casamentos ou eventos corporativos”.

Ilha Anchieta – Tales Azzi/Editora Europa

O ecoturismo e a tranquilidade são setores em constante crescimento no Brasil e no mundo. Essa modalidade privilegia a preservação ambiental e atividades que promovem o conhecimento e a troca saudável entre os turistas e os diversos biomas. Segundo o Ministério do Turismo, o ecoturismo foi o principal motivo para uma em cada quatro viagens domésticas realizadas no Brasil em 2021.

Ilha Anchieta – Tales Azzi/Editora Europa

O Green Haven Ilha Anchieta possui todos os requisitos para atrair turistas brasileiros e estrangeiros que desejam paz, contato com a natureza e aventura. Com sete praias de águas cristalinas, trilhas, aquários naturais e diversas opções para mergulho, o destino ainda proporciona a interação com inúmeras espécies da fauna e flora.

A gastronomia oferecida no Green Haven Ilha Anchieta é uma verdadeira obra-prima. Uma experiência culinária única, com combinações de sabores e temperos que resultam em pratos deliciosos. O cardápio foi cuidadosamente elaborado para incentivar a produção local, com opções de pescados frescos e alimentos provenientes da agricultura familiar.

Publicado em: 13/11/2023
Atualizada em: 14/11/2023
Quero contribuir com essa matéria dos Voupranos

São Paulo