As incríveis paisagens “lunares” da Capadócia – Voupranos

As incríveis paisagens “lunares” da Capadócia

Adobe Stock: Capadócia, Turquia – Adisa

Algumas das formações parecem torres construídas por uma criança gigante, com aqueles típicos respingos de areia úmida. Outras atrações lembram suspiros de armazém de cidade do interior. Ainda tem aquelas que sugerem menires, agulhas, lascas de cupinzeiros, bosques de torres cor de terra, modernas obras de arte… As inusitadas formações rochosas da Capadócia, região especialíssima da Turquia asiática, alimentam a imaginação e inspiram intrépidos aventureiros.

Zona estratégica por onde passaram persas, assírios, gregos e outros povos guerreiros, sua geografia é resultado da ação de forcas naturais ao longo de milhões de anos: vulcões cobriram a terra de lava, formando morros com mais de 150 metros de altura, onde chuvas, ventos, calor e frio esculpiram paisagens caprichosas.

Antes, confira dicas importantes!

Ao comprar ingressos das atraçõesreservar hotéis ou ativar seguro viagem com a agência Voupra, você ganhará: chip internet dos EUA ou Europa e já viajará com o chip em mãos, independente do valor do pedido. Para referência, no exterior o chip custa até USD50,00/cada.

Dicas de hotéis em Orlando: os mais procuradospróximos a Disneyresorts Disney e próximos da Universal.

Você tem a opção de solicitar que montem seu carrinho por Whatsapp, e receber tudo pronto já! O atendimento é 24 horas.  É por todo cuidado e atenção que a agência Voupra é considerada a melhor agência de viagens do Brasil, segundo o Reclame Aqui. Compare aqui e valide!

Adobe Stock: Capadócia, Turquia – Anton Petrus

A composição calcária das rochas facilitou a erosão e criou grutas que, “melhoradas”, se tornaram abrigos para o homem. Ampliadas e decoradas, muitas são habitadas até hoje e escondem um fantástico mundo
subterrâneo. São autênticas cidades escavadas na rocha, numa extensão de quatro quilômetros quadrados, com até dez “pavimentos”. Desde 355 a.C, sua existência era discutida e muitos a consideravam uma lenda. Descobertas somente nos anos 1960, as cidades subterrâneas ainda surpreendem os arqueólogos.

Adobe Stock: Montanhas da Capadócia – Mikael Damkier

Kaymakli e Derinkuyu

É o caso de Kaymakli e Derinkuyu, interligadas por um túnel de nove quilômetros e com capacidade para abrigar, juntas, até 75 mil pessoas. Suas galerias, depósitos de alimentos, mananciais e sistemas de segurança e ventilação são de uma tecnologia incrível, e mantêm a temperatura agradável o ano todo.

Ali se refugiaram antigos cristãos – fugindo dos romanos –, que deixaram igrejas e capelas talhadas na rocha, com naves cobertas de afrescos incrivelmente nítidos. O lugar foi zona de peregrinação no século 11º e hoje é preservado pelo Parque Nacional de Göreme, que tem o apropriado apelido de Museu ao Ar Livre.

Adobe Stock: Kaymakli, Capadócia – Aleksandar

Adobe Stock: Derinkuyu, Capadócia - Ninelutsk

Parque Nacional de Göreme

O Parque Nacional de Göreme, situado bem no centro da região da Capadócia, possui estradas em boas condições, é pontuado por cidades e vilarejos, e conta com boa infraestrutura turística, podendo ser desbravado em passeios de vans, seguidos de muitas caminhadas, organizadas, ou não, por guias locais.

Nada como percorrer uma terra tão exótica, trilhando paisagens áridas, subindo em monumentos talhados pelo tempo e conhecendo lugares com nomes sugestivos como Vale dos Mosteiros, Vale Rosa, Vale das Pombas e
Vale de Kızılçukur que indica um lugar onde a paisagem vai do branco ao vermelho, passando por tons rosados e amarelos.

Adobe Stock: Göreme, Capadócia – Aleh Varanishcha

Adobe Stock: Vale de Kizilcukur, Capadócia – Senerdagasan

Uçhisar

Não deixe também de ir ao vilarejo de Uçhisar, construído em torno de Kale, uma montanha escarpada que é moradia de centenas de pessoas. Outra forma gostosa de embrenhar por lá é alugando uma bike. Sem muito sobe e desce, pedalar por esses cenários é um prazer. Difícil é escolher qual
circuito percorrer.

Adobe Stock: Uhisar, Capadócia – Abdulkadir

Adobe Stock: Capadócia, Turquia – Birol Dincer

Ürgüp

As rochas escavadas onde hoje funcionam hotéis, em Ürgüp, também na Capadócia, já foram usadas como refúgios de paz na era bizantina, quando abrigavam um mosteiro. Prova disso é a intacta igreja do século 11, que ainda recebe monges cristãos.

Hoje, porém, a maioria dos visitantes é de turistas ávidos por vislumbrar a beleza da vizinhança e, claro, se hospedar nessas formações que séculos atrás foram moldadas pelo homem para servir de moradia. Por lá, há quartos cuidadosamente restaurados, oferecendo vista para os vales de cores e contornos alucinantes.

Adobe Stock: Ürgüp, Capadócia – Agumus

Adobe Stock: Ürgüp, Capadócia – Kstipek

São Jorge

A Capadócia também é célebre também por ser local de nascimento de São Jorge. Aproveitando o relevo montanhoso, perpassado por grutas, os primeiros cristãos da história foram morar na região, fugindo dos romanos. Assim, construíram casas escavando as estranhas rochas do lugar. Hoje, é possível visitar essas hospedagens “trogloditas”, que revelam salas de refeições e altares religiosos talhados no interior rochoso.

Adobe Stock: Igreja em Göreme, Capadócia – Özgür Güvenç

Passeios de balão

Entre as atrações mais disputadas na Capadócia, porém, estão os passeios de balão, de onde se pode ter um ponto de vista privilegiado, principalmente nos inícios de manhã ensolarados, quando as montanhas parecem ganhar uma coloração alaranjada. A época mais favorável é entre os meses de abril e setembro. Isso porque de novembro a março faz bastante frio na região.

Adobe Stock: Balões, Capadócia, Turquia – Kotangens

Como chegar

Os aeroportos mais próximos para chegar à Capadócia central são os de Kayseri e de Nevsehir, servidos com voos provenientes de Istambul das companhias Turkish Airlines, Onur Air e Sun Express. Chegar lá, portanto, é fácil. O duro é ter coragem de ir embora.

Adobe Stock: Goreme, Turquia – Goffkein

Publicado em: 25/09/2023
Atualizada em: 05/10/2023
Quero contribuir com essa matéria dos Voupranos

Voupra