Conheça algumas atrações diferentes em Berlim – Voupranos

Conheça algumas atrações diferentes em Berlim

Para quem deseja sair do roteiro turístico ou já conhece Berlim, vale dizer que há atrações diferentes na cidade, muitas delas ligadas a história e cultura. Conhecê-las também é uma boa para quem deseja passar mais tempo na cidade, uma vez que não falta o que fazer por lá.

O fato é que, desde a queda do Muro que marcou a reunificação das Alemanhas Ocidental e Oriental, em 1989, Berlim revelou-se uma capital pulsante, que se reinventa a todo momento e celebra a liberdade intensamente. Não por acaso, a cidade é palco de uma das maiores paradas gay do planeta, tem vida noturna agitadíssima e virou celeiro de tendências para fashionistas, músicos, designers e artistas de todas as tribos.

Essa atmosfera vanguardista, no entanto, não significa que o passado tenha sido deixado para trás. Só no século 20, Berlim testemunhou os horrores da Primeira Guerra, virou base de nazistas, foi bombardeada até ser dividida ao meio e ajudou a pôr um fim na Guerra Fria com a histórica derrubada do Muro.

Em meio a tudo isso, surgiram atrações turísticas e que também fogem do roteiro tradicional. Conheça algumas delas.

Mauer Park

O Mauer Park (Parque do Muro) é coberto por um extenso gramado onde os berlinenses costumam tomar sol nos meses mais quentes. Quando o muro existia, porém, a região era dividida pela franja de concreto. A marca pode ser vista até hoje no chão em uma linha dupla de paralelepípedos.

Do lado leste, há um fragmento do muro sobre o qual os torcedores do Dynamo de Berlim – time de futebol da parte oriental, cujo estádio fica nessa área – tinham uma vista panorâmica da porção ocidental. Esse fragmento, porém, nunca fez parte do muro original, mas sim de uma divisão secundária que corria paralelamente à parede de concreto em quase toda a sua extensão.

Explica-se: ao contrário dos moradores do oeste, que durante quase toda a existência do muro podiam passar para o outro lado, os cidadãos do leste sequer podiam chegar perto dele. O limite era a tal divisão secundária, quase toda feita de madeira e arame farpado, mas que ao lado do estádio do Dynamo era de concreto justamente pelo acúmulo de pessoas que ali se juntavam para assistir às partidas.

Adobe Stock: Mauerpark, Berlin Germany – Katatonia

Faixa da morte

A área entre o muro original e o paralelo ficou conhecida como dead strip (algo como faixa da morte). Por ela, espalhavam-se soldados armados, cães de guarda e tanques de guerra. É possível entender melhor como a faixa funcionava na Bernauer Strasse, que fica próxima à Bornholmer Strasse (a primeira rua liberada após a queda do muro).

Nesse trecho, um pedaço com cerca de 200 metros de extensão e quase 4 metros de altura da parede de concreto foi reconstruído, assim como a dead strip. Tudo para relembrar (e para ninguém nunca mais repetir) os anos em que a cidade era rasgada ao meio.

Há até uma torre de observação para ver a faixa da morte do alto. Na base da estrutura, vídeos mostram imagens do dia em que o muro foi erguido e de como os cidadãos foram forçados a se habituar à tenebrosa construção.

Gendarmenmarkt

Como as atrações de Berlim vão muito além da história, experimente conhecer esta que é uma das praças mais bonitas da Europa. Nela, há uma sala de concertos ladeada por duas belíssimas catedrais, a Germânica e a Francesa. É um ótimo ponto para tomar um café ou uma água.

Adobe Stock: Gendarmenmarkt – JFL Photography

Bebelplatz

Esta praça foi palco da primeira queima de livros comandada pelo governo nazista. Além de ter um visual bonito, o local apresenta uma obra emocionante: uma espécie de biblioteca subterrânea, que pode ser observada por meio de um vidro posicionado no chão.

O salão conta com prateleiras enormes e vazias, que simbolizam o espaço necessário para guardar os cerca de 20 mil exemplares destruídos pelos aliados de Adolf Hitler.

Ainda na Babel Platz, é possível contemplar a ópera e a icônica Universidade Humboldt de Berlim, que já teve alunos ilustres, como Karl Marx e Arthur Schopenhauer. A igreja de Hedwig é outra atração bacana dos arredores.

Adobe Stock: Bebelplatz – Rh2010

Musée Futurium

Este museu é uma ótima pedida para explorar o lado cultural da capital alemã. Com proposta semelhante à do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ), o local debate questões ligadas ao futuro da humanidade.

A entrada é gratuita e dá direito a interagir com um bocado de atrações, incluindo robôs, sistemas que usam inteligência artificial e até impressoras 3D.

Adobe Stock: Musée Futurium – Sergey Kohl

The Feuerle Collection

Quem busca explorar conceitos artísticos ainda mais ousados pode reservar um horário na The Feuerle Collection, exposição exclusiva com fotografias com apelo sexual e artefatos orientais antigos, localizada dentro de um antigo bunker de telecomunicações da Segunda Guerra Mundial. A instituição promove o diálogo entre diferentes épocas e culturas e oferece uma nova percepção da arte antiga.

Adobe Stock: Germany – Christian Müller

Compras

Por conta do nefasto muro que, por quase três décadas, dividiu a cidade em duas partes, existem duas avenidas comerciais principais em Berlim: a Friedrichstrasse e a Kurfürstendamm.

A primeira, localizada na região oriental, conta com lojas de grife e percorre lugares históricos, como o Checkpoint Charlie, onde é possível ver um posto militar que ficava na antiga fronteira entre a Alemanha Ocidental e a Oriental durante a época da Guerra Fria. A via segue até a avenida Unter den Linden, que desemboca na famosa Alexanderplatz.

A Kurfürstendamm, por sua vez, é o principal destino de compras do lado ocidental. Com visual elegante, ela também reúne algumas das marcas de moda mais famosas do mundo, além de lojas de eletrônicos, como a Apple Store. Nas proximidades, é possível visitar a KaDeWe.

Adobe Stock: kurfürstendamm zur weihnachtszeit – Sp4764

Adobe Stock: Berlin Friedrichstraße – Marco2811

CONVITE ESPECIAL

A agência Voupra atende centenas de clientes por dia sempre com o compromisso de oferecer a melhor experiência.

Quando estiver próximo da Avenida Paulista em São Paulo, passe para visitar o escritório da agência e tomar um café! Será interessante você conhecer a ampla estrutura da agência dos seus amigos aqui, os Voupranos.

Endereço: Avenida Paulista,  1079 – São Paulo

O objetivo da agência Voupra é sempre criar um vínculo duradouro com os clientes, proporcionando experiências incríveis, para que essa relação de fato se torne especial por muitos anos.

VEJA TAMBÉM:

O Voupranos possui a missão de ajudar o viajante brasileiro na hora de planejar sua próxima viagem e se informar sobre tudo que acontece de mais importante para o turista do Brasil.

Todos os artigos, notícias e dicas de viagem do Voupranos são preparados por especialistas em turismo, jornalistas e conta com a curadoria da Editora Europa. A atualização é diária e o portal já conta com centenas de páginas com informações dos principais destinos procurados pelo público brasileiro.

O site de notícias Voupranos tem a proposta de ser um portal leve, divertido e empolgante, com a ambição de se transformar em um dos maiores portais do Brasil, com o desejo de mais que informar, levar a alegria e diversão para todo o seu público.

Além dos artigos que funcionam como guias rápidos de cada destino, o portal traz diariamente novas notícias do mundo do turismo. Tudo com foco no viajante, que deseja planejar excelentes férias com o melhor investimento. Visite o Voupranos sempre que desejar explorar um mundo de novidades em muitos destinos.

portal Voupranos é um investimento ambicioso da agência de viagens Voupra, conhecida pelas grandes novidades que implementou no segmento de turismo nos últimos anos, e pelo forte comprometimento com seus clientes, inclusive sendo uma das raras agências com o certificado RA1000 do Reclame Aqui.

Publicado em: 13/01/2023
Atualizada em: 16/01/2023
Quero contribuir com essa matéria dos Voupranos

Alemanha